Na imprensa

Fundo CORUM compra centro logístico da Nobre em Rio Maior

Centro Logístico da Nobre, localizado no ALE Business Park, em Rio Maior, nas proximidades da sede da histórica empresa agroalimentar, foi comprado pelo Fundo CORUM XL. Com esta aquisição – a Corum XL foi assessorada pela consultora Worx Real Estate –, a sociedade gestora de origem francesa reforça a sua presença em Portugal, com um investimento que se aproxima dos 70 milhões de euros. 

Em causa está um imóvel que tem perto de 9.500 metros quadrados (m2) e que foi construído em 2011. “É o centro das operações de armazenagem, logística e distribuição da produção da Nobre para Portugal e para mercados internacionais”, refere a CORUM, em comunicado.

“Este é um ativo estratégico para a Nobre, que desempenha uma missão crítica na distribuição dos produtos da empresa originalmente de Rio Maior, que tem a fábrica a 5 minutos do edifício e é líder de uma indústria resiliente e contra cíclica, atualmente parte da multinacional Sigma Alimentos”, lê-se no documento.

Citado na nota, José Gavino, diretor da CORUM em Portugal, disse que o investimento em causa – o valor da transação não foi revelado – é um exemplo perfeito da orientação da empresa para a economia real, ajudando o desenvolvimento de empresas que os seus investidores conhecem bem. 

“Acreditamos na recuperação da economia portuguesa e na capacidade das empresas nacionais. Com esta aquisição diversificamos o nosso portefólio, uma das estratégias principais de crescimento da CORUM. Estamos muito satisfeitos com esta transação, incorporando um ativo que cumpre novamente mais um dos requisitos de investimento da CORUM, que é estar arrendado por empresas com capacidade financeira e que trazem estabilidade na sua ocupação”, acrescenta o responsável.

A CORUM considera que a escolha dos arrendatários é fundamental na sua estratégia, aceitando apenas empresas com resiliência financeira. “Fatores como a diversificação geográfica e setorial têm contribuído para os bons resultados obtidos pelos Fundos CORUM. O parque imobiliário da CORUM está espalhado por 17 países e os arrendatários, com contratos de longo prazo, são de setores de atividade como o retalho, escritórios, hotelaria, logística, indústria e saúde”, lê-se na nota enviada às redações. 

 

Fonte: Idealista

 

Partilhar